domingo, 2 de agosto de 2009

Sócrates, Sócrates, Sócrates

O leitor brasileiro adepto ou não das leituras filosóficas (mesmo porque a filosofia pode ser lida com outros olhares, outro viés, como o simplesmente literário que também o é afinal) dispõe de uma considerável quantidade de títulos dedicado ao filósofo ateniense cujo julgamento e morte, será tema do próximo encontro do ALEPH.
Há na miríade dos títulos aqueles que dão-lhe trato algo "auto-ajuda" quando não, até como um tipo de "cristo" no exercício teológico de uma redenção cultural da civilização grega onde ele, teria se sacrificado em prol de um ideal que por fim, legou a seu discípulo, Platão. Para o qual alguns é o "autor" de Sócrates e assim, este, não mais que um "personagem", logo, ficção criada por Platão para exemplificar suas idéias, dar materialidade a sua filosofia onde despontam por suas obras outros tantos que o foram, seguramente, reais figurantes da sociedade grega que então na pólis, era tida como todo e quase único objeto da filosofia.
Contudo, despontam à parte os títulos da conhecida série "Os pensadores" (Abril/Nova Cultural) que reune em dois volumes algumas obras em que Sócrates é central, como na obra de Francis Wolff, "Sócrates", (Brasiliense) há tempos esgotada, mas de consistente conteúdo para tão pequeno volume. Interessante também são as obras "O julgamento de Sócrates" de I. F. Stone (Cia das Letras) e "O processo de Sócrates" de Claude Mossé (Jorge Zahar) focando o exato ponto que será discutido, com minúcias em detalhes deste fato histórico fundante da história da filosofia. Pela Loyola vale conferir também o "Sócrates" de Denis Huisman e "Sócrates Ou O despertar da consciência" de Jean-Joël Duhot indo além do episódio fatídico em que despontam as sempre lembradas contribuições do processo de ensino filosófico do ateniense, com sua dialética e maiêutica, muito cultuadas, mas talvez, realmente, pouco conhecidas.
Sempre oportuno conferir a enciclopedia dos filósofos disponível na rede, embora em língua inglesa - http://www.philosophypages.com/dy/ - onde, claro, consta o verbete Sócrates, mas nenhum dedicado a qualquer de seus juízes.

Nenhum comentário: